terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Minhas 10 Melhores Leituras de 2014 e sugestões para vocês!

São meus 10 livros preferidos, mas só tenho 8 na foto porque outros 2 peguei na biblio haha


Se vocês leram meu post sobre as minhas leituras de 2014 saberão que eu li MUITA COISA BOA no ano passado! Pra falar a verdade, é muito difícil eu não gostar de um livro e, mesmo quando a obra não me agrada muito, tento levar em consideração o estilo do autor que pode não fazer meu estilo, mas não torna o livro ruim como um todo. Dos 45 livros do ano passado, não gostei de apenas 3 (que eu não vou falar quais são), o que torna as leituras bem produtivas como um todo.

Para montar essa seleção de apenas 10 títulos foi bem difícil, porque sempre fico com dó dos que não foram escolhidos (vergonha alheia hahaha). Tentei colocar livros que mudaram um pouquinho minha vida nesse ano e foram extremamente especiais (eles não são necessariamente lançamentos de 2014)! Indico as leituras para qualquer um, algumas são mais difíceis e pesadas, outras mais simples e leves. Elas abarcaram muito bem vários momentos e fases vividas por mim em 365 dias. Espero que vocês gostem!


(eles não estão em ordem de melhores ou piores, coloquei aleatoriamente para não ser injusta)







Olhai os lírios do campo. Esse foi o primeiro livro do Érico Veríssimo que eu li na vida e posso dizer que não podia começar melhor! O título por si só já é maravilhoso, mas a história consegue ser ainda mais cativante. O enredo gira em torno do amor de Olívia e Eugênio que se conhecem na faculdade de medicina nos anos 30. A história é cheia da idas e vidas, uma vez que Eugênio se coloca como uma pessoa extremamente ambiciosa e muitas de suas escolhas na vida são guiadas pelo dinheiro e interesse. A sinopse acaba lembrando muito Senhora, do José de Alencar, tirando a parte que Olhai os lírios do campo é um livro maravilhoso e Senhora é péssimo (na minha opinião, claro). Quem se interessar em ler, indico alguns lencinhos, porque são páginas super tristes!



Noite. Eu gostei tanto de Olhai os lírios do campo que resolvi passar horas na biblioteca lendo diversas obras do Erico Verissimo. Noite é um livro pra ler em uma sentada, mesmo (demorei algumas horas para terminar). Ele difere um pouco dos demais livros do autor, tendo um enredo bastante existencialista, lembrando muito Kafka. O protagonista, chamado de Desconhecido, está perdido em uma rua sem se lembrar absolutamente nada (seu nome, endereço, etc.), apenas sente uma culpa imensa por ter cometido algum crime que não se lembra. Durante toda a trama, que ocorre em uma noite, você passeia com o Desconhecido tentando entender o que está acontecendo - em alguns momentos ele não sabe nem ao certo quais são suas dúvidas. Noite é daquelas leituras para fazer nas entrelinhas e a maior parte da interpretação cabe ao leitor, ou seja, nunca duas pessoas lerão Noite da mesma maneira.



Dona Flor e Seus Dois Maridos.  Esse livro entrou em segundo lugar dos meus livros preferidos da vida (o primeiro é Dom Casmurro) de tão INCRÍVEL. Foi uma leitura arrastada porque eu simplesmente não queria que terminasse, uma vez que era emprestado da biblioteca (depois comprei um velhinho no sebo só pra não deixar de ter em casa <3). A história é completamente brasileira, eu conseguia sentir os sabores e cheiros da Bahia sem nunca ter chegado perto de lá, além de ser extremamente cômica e inteligente. Discute sobre o papel da mulher, os esteriótipos, sonhos e, principalmente, sobre libertação sexual. Não é à toa que o Jorge perdeu por pouco o Nobel de Literatura com a Dona Flor (merecia muito!). LEIAM ESSE LIVRO!!!



Remédio Forte. Já que estamos falando de Bahia, Remédio Forte foi mais que especial para mim em 2014. O autor, Gláuber Soares, também é meu tio. O livro é recheado de contos que conversam sobre a vida de um baiano paulistano que sente saudades de sua terra e divide com o leitor histórias de sua infância, mas ao mesmo tempo ama a loucura, a agitação e as desigualdades da cidade que o acolheu tão bem. Eu gosto muito do estilo de escrita porque é conciso, com frases curtas, repleto de pontos, sem muitas frescuras conectivas, o que torna o ar das narrativas ainda mais duro e seco (sério, eu amo esse estilo narrativo, quando eu escrevo sempre é assim também). Eu sei que é uma vergonha não ter escrito nenhuma resenha aqui ainda sobre o livro, mas ele me emociona demais, têm muitas passagens verídicas sobre a juventude do meu avô já falecido e a infância do meu pai. Tantas histórias de pessoas que nós amamos e achamos que conhecemos, mas, na verdade, não sabemos nada. Enfim, não consigo falar muito desse livro, já estou com aquele sentimento de dorzinha no peito. 



Tempo Bom, Tempo Ruim. Esse livro foi muito especial porque além de eu ter conhecido o Jean Wyllys no lançamento e ele ter sido extremamente gentil, o livro tem muito de antropologia (o Jean é antropólogo formado pela UERJ) e isso me fez entender melhor o meu curso de ciências sociais na prática. O livro é composto por algumas crônicas sobre a vida do autor, desde a infância até seus projetos e lutas como deputado federal. Além de todo teor intelectual, a vida de Jean é muito inspiradora, uma vez que ele nasceu em uma cidade miserável no interior da Bahia (com 1 televisão na cidade inteira) e conquistou muito na vida através do estudo e da força de vontade. Uma lição!





Ele Está de Volta.  Apesar de ser muito humor negro, não tem como não dar boas risadas com esse livro! Imagina se o Hitler acordasse hoje em um lixão de Berlim? O autor estudou muito sobre o protagonista e em vários momentos o leitor acredita que quem está realmente narrando o livro é o Hitler em pessoa. O choque do führer com o comportamento contemporâneo alemão é imenso, o que acaba satirizando preconceitos que muitos indivíduos têm ainda hoje (meio que dizendo que se o leitor se identifica com aquele pensamento, algo está seriamente errado com ele). Além de tudo, Ele Está de Volta é uma crítica muito grande à mídia moderna que dá atenção para toda e qualquer aberração que gere audiência.



O Menino dos Fantoches de Varsóvia.  Esse livro foi especial porque em junho/julho eu estava exausta de só ler textos e livros pesados e cansativos por causa da USP. As minhas leituras me exigiam tantos neurônios que eu não começava nenhum livro novo. Ir na livraria, me interessar pela sinopse e ler o livro marcou uma nova fase na minha vida porque me mostrou que é possível pegar romances atuais de escrita relativamente mais simples e se divertir. A história é sobre segunda guerra e eu adoro a maior parte de ficções com esse cenário. Posso afirmar com certeza que foram essas páginas que me deram vontade de investir tempo e dedicação ao blog, dividir minhas leituras com vocês e incentivar todo mundo a ler também. Ler deve ser diversão e não apenas uma obrigação chata de todos os dias.



O Mágico de Oz.  Essa história foi um amorzinho no meu ano <3 Eu nunca tinha tido contato com nada desse livro, apenas conhecia o nome alguns personagens e dizia que não gostava (tá vendo, nunca julguem antes de ler!). Foi uma surpresa MARAVILHOSA. O gênero do livro é infantojuvenil, porém, segue o mesmo estilo de O Pequeno Príncipe, ou seja, em cada fase da sua vida você descobrirá algo novo na história e fará sentido. A narrativa é muito doce e também me incentivou em vários aspectos. Ele mostra que os seus sonhos e os empecilhos são todos resultados de você! É você quem diz que não é capaz, mas foi você mesmo quem sonhou em conseguir aquilo. Eu sei que esse papo parece muito Flavia Melissa (aliás, eu amo essa mulher!), mas eu acredito realmente nisso e é sempre bom ter alguém para te lembrar que "tudo o que você imagina é real" (eu também amo o Picasso haha).



O Perfume - A história de um assassino.  Fiz a leitura desse livro para o Mês do Horror que rolou em outubro do ano passado. A narração é sobre Jean-Baptiste Grenouille, um psicopata fictício que viver na França do século XVIII. Desde criança, Jean-Baptiste possui um olfato prodigioso, conseguindo distinguir o cheiro de tudo que existe no mundo e permitisse que farejasse o que desejava há quilômetros de distância. A construção do personagem no livro é incrível, permitindo ao leitor conhecer tudo de Grenouille (o que não ocorre no filme). Você consegue adentrar plenamente o mundo de odores, sendo alguns maravilhosos e outros que me deram um princípio de náuseas. Ultimamente está bem difícil comprar esse livro e eu só encontrei essa versão pocket da foto que foi bem baratinha! O Perfume é uma boa dica para leitura de serial killers, reunindo bastante características de assassinos famosos.


O Iluminado.  Stephen King foi um autor que eu amei ter conhecido em 2014! Apesar de toda fama, nunca tinha me interessado em ler nada dele (ainda bem que teve Mês do Horror na minha vida!). Como eu nunca tinha lido nada do King, quis começar pelo classicão mesmo. Fiquei alucinada! O livro tem quase 500 páginas e eu li em 2 dias. Na verdade, não sei nem se me fez muito bem, porque eu não conseguia fazer absolutamente mais nada da minha vida antes de terminar a leitura. A história prende demais e não me deu nada de medo, ao contrário do que dizem. Quero ler muitos outros livros do autor em 2015, mas tô meio sem coragem de comprar por medo de ter minha vida paralisada outra vez! (sério, não dá pra dormir sem saber o que acontece na próxima página).



*Acho que todos vocês deveriam pelo menos ler um dos títulos dessa lista em 2015. Eles envolvem todos os gostos de leitores, afinal, como vocês perceberam, são sugestões com um pouquinho de romance, comédia, drama, não ficção, fantasia e terror (um dos 10 vai te agradar, não é possível! haha). Espero que vocês tenham gostado das dicas e leiam MUITO em 2015! <3 

3 comentários:

  1. Olá,

    Que lista maravilhosa! Muito livros bons. Estou louca para ler o Iluminado. Esperando uma promoção bacana para comprar.

    Parabéns pelo blog.

    Beijos!

    http://livrosfilmeseencantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, muito obrigada <3 Olha, no Submarino sempre rola umas promoções legais, comprei o meu lá e paguei metade do valor que estava sendo cobrado nas livrarias.

      Beijos!

      Excluir
  2. Olá,

    Nataliaaaa. Compreiii o meu. Na verdade ganhei. rs. Compramos na amazon o box com O Iluminado e Doutor Sono. :D Tãooo Felizz! Haha

    Beijos!

    ResponderExcluir