quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Minha TBR Book Jar improvisada





Antes de qualquer coisa, me respondam algo: por que nós brasileiros, falantes de uma das línguas mais complexas e difíceis de aprender somos tão acostumados obcecados a aderir todos os termos estrangeiros que existem? Sou muito nacionalista com a língua portuguesa porque a considero de uma beleza única e constantemente me sinto chateada quando vejo pessoas pela blogosfera (não apenas leitores) que consideram tudo o que vem de fora é melhor. A nossa cultura, língua e literatura são riquíssimas! Sim, não sou radical, leio livros estrangeiros e fico maravilhada com eles (o último exemplo foi Cartas de Amor aos Mortos que me tirou o fôlego), porém, não há nada que me atraia mais que desvendar através das páginas os hábitos, crenças e costumes de nosso povo tão diversificado. 

Epifanias a parte, a TBR Book Jar (algo como Jarra de Livros para Ler) é, literalmente, um daqueles potes de palmitos bonitinhos lotado de papeizinhos com nomes dos livros que o indivíduo têm em casa e ainda não leu. Pelo que entendi, ela foi importada dos youtubers gringos. Mais ou menos assim, olha:


Imagem retirada do We Heart It

É óbvio que eu queria muito uma jarrinha de palmito recheada de papeizinhos para chamar de minha, porém, como eu sempre digo aqui no blog, não gosto da ideia de acumular livros e, apesar de achar que tenho muitos parados sem ler, na verdade não tenho mais do que quinze títulos, o que ocuparia pouco espaço dentro de um pote tão grande. Logo, improvisei: peguei uma embalagem de presente de bijouteria e fiz a minha Caixinha de Livros Para Ler. As vezes levo um pouco de tempo para desapegar de embalagens fofas (preciso refletir muito antes de me convencer que aquela tralha linda não tem utilidade nenhuma na minha vida haha) e essa azul pequena serviu perfeitamente. 







A minha caixinha funciona da seguinte maneira: escrevi todos os livros que estão parados, exceto os da faculdade, porque cedo ou tarde serei obrigada a lê-los de qualquer jeito, e os que não estão em nenhuma meta para esse ano. Quando me dá na telha sorteio um livro e realizo a leitura por tempo indeterminado e, só após terminar, pego outro papelzinho. Como nem sempre (a maioria das vezes) estou com vontade que o destino decida o que vou ler, escolho algo na estante por conta própria e depois jogo fora o papel (o que é possível graças ao pequeno número de títulos). 




A primeira escolha do acaso foi O Morro dos Ventos Uivantes e eu estava torcendo tanto tanto tanto para que fosse ele! Odeio essa capa feia inspirada em Crepúsculo (cá entre nós, a da Martin Claret é arrebatadora!), mas custou R$10 e é isso que importa. Já li cerca de 100 páginas e estou adorando, com certeza postarei resenha por aqui. O comecinho me assustou um pouco, mas fui forte e ficou tudo bem haha. O livro está me deixando muuuito feliz, 2015 começou com excelentes leituras!



É claro que eu ainda quero um pote de palmito estilizado, contudo, estou pensando em colocar papéis com meus sonhos, realizações, momentos que me alegraram e atitudes gentis que pessoas tiveram comigo. Quando estiver triste, basta abrir e me lembrar que sempre existem motivos para continuar, não importa o que aconteça. Tenho certeza que dessa maneira a jarra nunca ficará vazia. Ter um pedacinho de energias boas e felicidade dentro do quarto deve fazer toda a diferença no dia-a-dia. Quem apoia essa ideia? Não esqueçam de me contar se vocês também tem uma TBR Book Jar e como ela funciona! <3


11 comentários:

  1. Eu odiei esse livro. Li ate o fim com muito custo. É uma história muito doentia... Não curti. Estou lendo A Maldição do Tigre (saga) e estou completamente apaixonada. Recomendo. :) - Samira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, estou amando, de verdade. Acho que temos gostos diferentes haha

      Obrigada por comentar <3

      Excluir
  2. Adorei a sua ideia de colocar numa caixinha, acho que vou fazer isso também, perdi as contas de quantos livros parados tenho na estante.

    http://www.eucurtoliteratura.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz sim, é bem prático, ajuda bastante e não tem nenhum custo. A minha facilitou muito a minha vida!

      Beijos

      Excluir
  3. Até pensei em fazer uma, mas, acho que na hora se eu pegasse um livro que não está condizendo com meu humor no momento ia rolar uma auto-sabotagem sabe? hehehe
    Leio muito de acordo com meu "estado de espírito" do momento, escolher um aleatório assim não funcionaria muito bem pra mim.
    beijos

    www.wonderbooksdaalice.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que nesse caso você não deve fazer mesmo, Alice. Essas invenções são feitas para distrair e nos sentirmos bem, se não for pra dar certo, melhor nem tentar hahaha

      Beijos

      Excluir
  4. Eu até tentei fazer uma tbr jar pra mim e fiz. Mas me sabotei logo no primeiro livro. Leio muito dependendo do meu momento. E o sorteio nao funcionou comigo. Mas acho uma graça a ideia.

    Www.dnabookz.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nesse caso, acho que vale fazer uma jarrinha alternativa, parecida com as dos exemplos! Fica lindo para decorar <3

      Excluir
  5. Eu vi muita gente fazendo,, mas esse ano criei alguns desafios pra mim mesma, então se ainda além deles colocar uma TBR ferrou haahah! Adorei sua adaptaçnao para uma caixinha de filhos, no meu caso, eu teria muitoooos mais papéis do que isso, sou uma verdade acumuladora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adoro desafios também! Depois me conta quais foram os seus <3

      Excluir
  6. Gostei do seu blog moça, já li vários posts aqui. Gosto do modo como você escreve. Eu achei bem legal essa ideia e acho vou fazer uma caixinha também, não tenho tantos livro pra ler, por sorte haha. Eu também não gosto dessa capa do O morro dos ventos uivantes, ainda comprarei um melhor, quando comprei o meu estava por dez reais também, devemos ter comprado na mesma promoção, você comprou no Submarino?
    O morro, é meu romance preferido e já li várias vezes.
    Sucesso ^^

    ResponderExcluir