segunda-feira, 15 de junho de 2015

Vinte e um





Mãe,
Sei que cê já tá cansada
De todas as coisas que tento te falar
E você não dá bola
E você me ignora

Meus amigos tão carecas
E eu achei um vaso na minha perna.
Preciso te gritar

Cê me contou tanto dos seus dezesseis
Que eu achei que os meus nunca iriam chegar
São cinco anos atrasados
Cinco desesperos bem lembrados

Emprego que não veio
Em uma profissão incerta

Mil descargas de adrenalina
Toda ansiedade que me
Prende

Um amor desiludido
E uma Vênus em escorpião

De uma vida de esperas
Pra completar toda essa merda

Mãe,
Eu preciso aprender a lidar
Mas como é bom deixar pra lá

E nunca mais pensar...
Nunca mais pensar.
Também preciso aprender a ignorar

Natália Assarito

Um comentário:

  1. Que lindo esse texto. E bem profundo também. Fiquei aqui me imaginando dizendo isso pra minha Mamis.

    www.agindodiferente.com

    ResponderExcluir