quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Projetos Literários para 2016!



Vocês sabem que não curto planejar muito minhas leituras, prefiro ir lendo aleatoriamente o que me dá vontade ou o que a faculdade me exige. Sinto que nunca consigo cumprir exatamente o que tinha elaborado porque provavelmente em maio já não estarei com a mesma vontade de ler determinados livros que estou agora em janeiro. Por isso, minhas Metas de Leitura de 2015 foram um grande fracasso, hehe! Delas só consegui ler os primeiros três volumes de Harry Potter, ou seja, falhei totalmente. Assim, resolvi organizar minhas leituras de 2016 em dois grandes projetos, sendo que NÃO lerei apenas livros que se enquadrem nele, porém, priorizarei por acreditar que precisamos conhecer mais esses autores e universos.


Lendo Mulheres

Em 2015, tardiamente aliás, muitos blogs e perfis literários debateram a literatura feminina e o seu baixo protagonismo em relação à fama e visibilidade que homens obtém nesse meio. Nunca tinha parado para pensar nisso e olhando minha estante constatei que o número de autoras não chega à 10% em relação aos autores.  Sendo assim, resolvi me obrigar a ler  o que mulheres incríveis e talentosíssimas escreveram. Pensei em começar terminando os volumes de Harry Potter, lendo a biografia de Clarice (ainda que escrita por um homem) e priorizando etnografias feitas por mulheres nas minhas pesquisas da faculdade. Para nos auxiliar, indico um perfil muito legal no Instagram, O Leia Mais Mulheres. Buscarei muitas sugestões e inspirações por lá e também quero sempre a ajuda de vocês, uma vez que, infelizmente, não conheço tantas autoras.




Lendo a América Latina

Vocês sabem como sou completamente apaixonada pela literatura brasileira. Amo livros, palavras e versos que conversem com nossas inquietações e não me contenho de alegria quando encontro personagens que nos representem tão bem. Dessa maneira, em 2016 quero ampliar meus horizontes e buscar compreender nosso lugar enquanto latino-americanos. Temos autores premiados, uma diversidade cultural muito grande e a obrigação de conhecer nossos vizinhos. Adoro ler em espanhol e vou priorizar o que encontrar em língua nativa. 


Criei esses dois selos para organizar as postagens, ou seja, eles aparecerão no final de todas as publicações referentes e terão seções específicas nas Categorias, assim quem tiver curiosidade pode ver tudo. Como disse, o mais incrível desses projetos é que não conheço muitos autores que caibam nesses espaços, fazendo com que troquemos sugestões durante todo tempo. Será uma grande corrente... Espero que vocês topem esse desafio comigo! 


terça-feira, 12 de janeiro de 2016

"A União Soviética Através da Câmera" - Exposição no Memorial da América Latina


Nesse final de semana tive a oportunidade de visitar a exposição "A União Soviética Através da Câmera", exibida no Memorial da América Latina em São Paulo. Com curadoria de Luiz Gustavo Carvalho e Maria Vragova, a mostra reúne fotografias de Viktor Akhlomov, Yuri Krivonossov, Antanas Sutkus, Vladimir Lagrange, Leonid Lazarev e Vladimir Bogdanov, cujas imagens retratam o período posterior ao Stalinismo e reproduzem de maneira tocante o modo de vida soviético. Apesar do contexto de Guerra Fria, das inúmeras privações que parte da população sofria e das constantes ocupações de território, é possível observar como os indivíduos conseguiam manter uma rotina e serem felizes. 

"Paz é vida" - Vladimir Lagrange
A União Soviética enquanto líder do socialismo e um dos grandes pólos da Guerra Fria foi um país de contrastes extremos, tendo o desenvolvimento tecnológico e a corrida espacial como um dos nortes, enquanto que boa parte da população apresentava condições de vida miseráveis, com cargas de trabalho exaustivas e alimentação insuficiente. Contudo, a exposição surpreende por nos apresentar um lado do país que não conhecíamos: a riqueza cultural e o patrimônio humano. Desde brincadeiras infantis, fotografias de festas populares e retratos de grandes cientistas e intelectuais, temos a oportunidade de conhecer todas as facetas de um país ainda de difícil acesso para nós, brasileiros. 

Tendo a ser muito desconfiada quanto as informações que temos dos países que compunham o bloco socialista. Como fazíamos parte dos aliados dos EUA, sempre nos foi apresentado muito pouco, sendo que boa parte do que chegou ao nosso conhecimento foi distorcido (não, isso não é mais uma teoria da conspiração e pode ser comprovado em qualquer pesquisa rápida). Entretanto, ao observar as imagens temos certeza da imensidão que fomos privados.  

Retratos de Simone e Beauvoir e Sartre em visita à Lituânia
Como a União Soviética era um território composto por diversos países antes independentes, há uma diversidade populacional muito grande. Além disso, como um dos fotógrafos afirma no vídeo exibido, o objetivo daqueles profissionais não era retratar a fome, guerra ou sofrimento, mas, antes de tudo, a diversidade e expressões felizes do cotidiano. De alguma forma o observador se sente parte íntima daquele todo, afinal, não importa onde e em qual época se esteja, criança sempre gostará de brincar na rua, feriados sempre serão um motivo para serem comemorados e premiações sempre nos darão um motivo para torcer. 
Foi minha primeira exposição do ano e não vejo como poderia ter sido melhor. Indico a todos apaixonados pelo universo russo, socialista ou a qualquer pessoa que queira ampliar seus horizontes e conhecer uma nova cultura. 



Memorial da América Latina

Data: 5 de janeiro à 15 de fevereiro de 2016

Endereço: Av. Auro Soares de Andrade, 664 - Metrô Barra Funda, São Paulo (SP)

Ingresso: Grátis

Mais Informações: http://www.memorial.org.br

PS: tentem pegar o encarte da exposição e a revista América, ambos são incríveis!

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Leituras de 2015! (Lista Completa)



Estou desacreditando que 2015 já acabou! Imagino que tenha sido um período difícil para todos, mas, antes de qualquer coisa, esse ano me trouxe muito aprendizado, amigos e experiências positivas. Só tenho motivos para agradecer e torcer para 2016 ser incrível também! Como vocês notaram, acabei dando uma sumida por aqui nos últimos meses. Do fundo do meu coração: foi muita correria. Precisei terminar meu relatório sobre Paraisópolis, fazer as provas finais, alguns processos seletivos de estágio e ainda me enrolei em uma matéria, ou seja, meu primeiro dia de férias foi ontem, dia 07/01!

Porém, agora tudo está mais calmo, voltei com muitas ideias de posts e querendo, mais do que nunca, dividir minhas leituras! Vocês sabem que janeiro é o mês das listas. Gosto de listar todos os livros que li no ano anterior,  escrever sobre os melhores, compartilhar metas de leituras e minha wishlist de aniversário... Enfim, todos aqueles adendos que nos ajudam a organizar melhor o próximo ano. Hoje trarei a lista completa de leituras realizadas em 2015 e deixarei todos os links de resenhas por aqui, assim vocês podem acessar o que interessar <3

Livros lidos em 2015 (na ordem em que as leituras foram realizadas)



Foram 41 leituras, o que considero bastante segundo meu ritmo de vida e compromissos diários. Vejo algumas pessoas que leram mais de 100 livros e sinto um pouquinho de vontade de fazer igual, mas sei que está fora de minhas possibilidades, então não entro nessa neura. Considero realmente importante SEMPRE estar lendo algo e não me preocupo com a velocidade que a leitura flui. Principalmente se tratando de livros, a pressa é inimiga da perfeição.

Como vocês puderam perceber, grande parte dos títulos estavam relacionados com esse prédio da imagem acima, o departamento de Ciências Sociais da FFLCH-USP. Me dediquei muito às matérias do curso (principalmente política e sociologia, porque né <3) e, mesmo assim, em alguns momentos, não tive o aproveitamento necessário. Por conta de tantas obras acadêmicas, diminui o número de resenhas em relação ao que foi marcado na lista de 2014. Prometo tentar melhorar em 2016 e prometo aparecer mais por aqui! 

Me digam o que acharam das minhas leituras, das resenhas, sugiram algum título que queiram um post mais completo, enfim, deixem todo e qualquer tipo de comentário!

Para garantir que vocês não fiquem mais tanto tempo longe de mim, vou deixar todas as minhas redes sociais aqui embaixo. Sigam e aproveitem:

Snapchat: nataliaassarito

<3