Ser pensante


Eu sonho muitas coisas. Tipo, muitas. E com uns 14 anos eu decidi que tudo que eu queria, mais do que a vida, era ser jornalista. Esse negócio de palavras e ideias colocadas no papel me chamavam muita atenção. Só que eu não passei no vestibular.

Então, comecei a sonhar em entender mais a realidade do Brasil, das pessoas e vi que essa coisa toda de escrever também era amor por gente. E fui fazer Ciências Sociais na USP (tô quase formada!) - a maior janela que abri na minha vida.

Ver o mundo lá fora, sobre o olhar do outro tão diferente de você, é narrativa. Literária ou não.

Hoje eu tenho 24 anos, 9 tatuagens, uma cachorra e um porquinho da Índia, moro em São Paulo e sou headhunter. Amo comer cheeseburguer, filmes de dinossauros e o Universo. Meu sonho é conhecer todos os estados do Brasil pra ontem!

Aqui eu falo sobre literatura e tudo mais o que me dá na telha.




Um comentário:

  1. Adoro brincar com as palavras ..
    muitas vezes indiscretas e até perigosas,
    mas tem a força de fazer acontecer.
    PS: Meu sonho era ser jornalista,
    ... não foi possível, mas tudo bem,
    porque ainda posso me expressar,
    tentar fazer bom uso desta ferramenta
    incrivel, poderosa,
    basta dar vazão e deixá-las fluir
    e que sejam sempre úteis!
    Sucesso!



    ResponderExcluir